quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Advocacia: Entrevista com a Advogada Drª Luciane Oliveira

0


A graduação em Direito dá a opção de o Bacharel ser advogado ou optar pela carreira jurídica.


Na matéria de hoje, vamos falar um pouco sobre o papel do advogado na sociedade. Seu objetivo é aconselhar, representar e defender os direitos de seus clientes, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas, de acordo com as leis determinadas pelo país.


Para uma pessoa exercer a carreira de advocacia é necessário tornar-se Bacharel em Direito, realizar a prova da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e logicamente ser aprovado. Além disso, existem uma variedade de opções para um advogado se especializar na área que mais atender seus interesses, tais como: Previdenciário, Civil, Ambiental, Empresarial, Tributário, Penal, entre outros.


O Portal Pimenta Nativa tem a oportunidade de contar um pouco mais sobre a trajetória da carreira da Drª Luciane Alves de Oliveira Pereira, advogada renomada na cidade de Itaituba-PA. 


Filha de Lúcio Martins e Ana Maria de Oliveira, a advogada Luciane Pereira é natural da cidade de Sinop-MT, casada com Daniel Pereira e mãe de duas filhas. Formada pela Faculdade Unic de Sinop, veio residir em Itaituba em Junho de 2010 após seu esposo investir na região. Como advogada, é especialista na área empresarial e minerária. A Doutora concedeu uma entrevista para abordar um pouco mais sobre o assunto. Confira:


Após concluir o Bacharelado em Direito já era decidido iniciar na carreira de Advocacia?


Não. Na verdade, a minha trajetória dentro do ramo do Direito já se estende há alguns anos. Quando comecei a faculdade, estagiei por quase cinco anos no Fórum da Comarca de Sinop-MT, então já tive esse contato desde o início e me apaixonei pelo processo civil, pela magia de trabalhar com isso. Já em Itaituba-PA dei aula por seis anos para acadêmicos da FAI e concomitantemente trabalhei como voluntária e posteriormente como contratada da Defensoria Pública do Estado do Pará e ali fiquei por três anos e meio, depois tive um período em que também fui servidora do antigo Juiz que trabalhava aqui, Cleiton Men. Então foi um período de muito aprendizado e em meados de 2015 resolvi ficar na berlinda da advocacia e aí realmente descobri qual era o sentido da minha vida.


Quanto tempo exerce a profissão?


No ramo do Direito, desde o período em que ingressei na faculdade, no ano de 2003, mas, como advogada efetiva na lida diária, desde 2015.


Por quê decidiu optar pela especialização em Direito Minerário e Empresarial? O que faz um advogado especialista nestas áreas?


Mineral, porque existe uma luta cotidiana pelo garimpo legal e Empresarial, pelo nicho de mercado que precisava ser feito esse trabalho em Itaituba e tem dado muito certo, muitos pontos positivos, prevenir e não estancar sonhos dentro de uma empresa. 


Na verdade, o direito Minerário tem uma vasta área de aprendiz, pois você pode trabalhar desde a área da legalização da terra até o acompanhamento das lavras de produção garimpeira, são as PLG (Permissão de lavras garimpeiras), sendo assim o direito empresarial e minerário são os “carros chefes” do meu escritório. Então o quê que nós fazemos hoje é, desde a primeira visita in loco ao garimpo até o momento da entrega das LO’s, enfim. 


Como é ser uma Advogada?


É muito interessante esta pergunta. Eu acho que todos os dias nós temos que acordar apaixonados naquilo que a gente faz, e quando acordo de manhã e lembro, nossa eu sou advogada, eu defendo interesse de pessoas que confiam em mim, então isso é apaixonante, não é fácil, costumo dizer que é uma profissão de valentes, mas é muito gratificante quando você resolve um problema,  resolve dar um ponto positivo para um cliente.


Você acha que a cidade de Itaituba abriu as portas para sua área profissional?


Sou suspeita pra falar, porque as pessoas que me conhecem sabem que tenho amor por essa cidade. Esses dias até postei em uma rede social que tive sorte, mas na minha trajetória, alguns espinhos, algumas pedras, alguns choros, muitas lágrimas, saudades da família e vou dizer, realmente tenho sorte, mas, acima de tudo, Deus tinha um propósito na minha vida e eu sou uma mulher de propósitos.


Na sua opinião, há desvantagens de ser advogada?


Tem algumas, mas, costumo dizer que tenho uma base familiar de pai, mãe, esposo e filhas que quando eu começo a dizer não, eu estou cansada, não vou nessa viagem, meu esposo sempre diz: esta não é a Luciane que conheço, então pode dar um jeito, arrumar a mala e segue.


Quais são os desafios profissionais do Direito na atualidade?


Atualmente, nós temos um desafio que é a questão das informações, elas estão muito rápidas, então se você não tornar um sujeito que atualize o seu conhecimento, já fica retrógrado, ou seja, tem que estar se atualizando diariamente, pois o Direito é muito dinâmico.


O que é necessário para ter sucesso na carreira de advogado?


Acima de tudo, além de paixão, que é algo corriqueiro na minha vida, falo para meus estagiários que é preciso você ter amor no que faz, mas como advogada, creio que é a honestidade, creio que quando você olha para um cliente e dá uma saída pro problema dele ou ter que dizer algo negativo, você tem que ser honesto, olhar no olho do cliente e dizer, existe a possibilidade ou não existe a possibilidade, e não as existindo, quais são as nossas saídas.


Na sua opinião, quais as principais características e habilidades que o advogado precisa ter?


Articulação, não tenho dúvida disso, e acima de tudo, paixão naquilo que faz.


Tem saudade de ministrar aulas na Faculdade? Qual a mensagem para seus ex-alunos?


Os contatos que tenho com meus alunos é muito engraçado, porque de alunos viraram amigos, me sinto muito lisonjeada quando chego em algum lugar e escuto, “professora”. Então assim, sinto falta, mas, infelizmente hoje já não consigo conciliar todas as atividades ao mesmo tempo. Quero dizer aos meus ex-alunos é que tudo é possível, acreditem nos seus sonhos, sempre falei isso, se você se dedicar e acreditar, vai ser possível.


Sobre o Ano Novo que vem chegando, a advogada Luciane finaliza a entrevista dizendo que a palavra chave da vez é a reinvenção, acredita que será um ano de transformações, um ano próspero, diz isso em relação ao ano de 2020 que foi bem conturbado devido o enfrentamento da pandemia e deseja à todos um Feliz Natal e Ano Novo repleto de prosperidade.






Fotos: Gecinaldo Sousa

Por Gabriela Lima

Pimenta Nativa

Author Image
AboutGecinaldo Sousa

Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design